Direitos Autorais

Todas os textos, sejam parciais ou integrais, fotografias e imagens de todas e quaisquer criações incluídas neste blog/site estão sobre a proteção da LEI DO DIREITO AUTORAL Nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. Portanto, é proibida qualquer reprodução ou divulgação das mesmas com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive WEB, sem prévia consulta e aprovação. Não copie! Entre em contato: priscilacartomante@hotmail.com

terça-feira, 5 de junho de 2018

Malandra Maria Navalha da Calunga


Atendendo ao pedido da seguidora Fernanda, vou falar um pouco sobre Dona Navalha da Calunga, mulher que pode parecer muito séria ás vezes, porém, obstinada a realizar seu trabalho da melhor forma possível.
Essa Malandra costuma ter humor a meio termo, tendenciando mais para o lado sério, ela trata das coisas sombrias dos seres humanos, ela é uma grande operadora espiritual na libertação de vícios e retirada de densidade negativa. Trabalha essencialmente com Malandros das Almas e eventualmente com Malandros do Cruzeiro, ela também trabalha com Malandras, assim como as outras falangeiras de Maria, mas tem antigas ligações com o Povo das Almas e os Malandros que compõem. É muito obstinada em tudo o que faz, algo que á caracterizou por muitas vidas, sempre foi muito teimosa, o que alguns enxergavam erroneamente como prepotência, mas era apenas algo que fazia parte do seu ser. Suas características marcaram suas encarnações, houve muita dor, sofrimento e intensidade, mas ela não se importa com mais nada disso, tanto que evita contar muitos fatos do seu passado, ela não deseja omitir de seus médiuns os seus erros, acertos, dúvidas, dividas e escolhas, mas deseja que estes olhem para frente, enxerguem o futuro, contemplem a compaixão, vivenciem a humildade e saibam o seu verdadeiro lugar no mundo. 

"O momento importante é o aqui e agora, meu passado já não dói tanto quanto antes, eu recebi a oportunidade de renascer, renasci Maria, honrei Navalha e firmo meu ponto no Campo Santo, eu sou grata pelo rumo que meu destino tomou, sejam gratos também, ajudem as pessoas, sejam umbandistas, não só da "boca pra fora", cuidem do mundo, ele carece de amor, mais do que isso, ele carece de verdade (sinceridade), e isso eu tenho de sobra." (Palavras dela).

Algumas de suas atuações: Retirada de energias negativas, neutralização de obsessores, resgates espirituais, defesas e tratamento de vícios (físicos, emocionais, mentais e energéticos).
As pessoas que tem padrão vibratório muito baixo e "pensam" muitas coisas negativas, podem ser tratadas por essa Malandra, mas ela é extremamente exigente com seus protegidos.

Características:
Indumentária: Ela trabalha muito com a cor preta, mas pode utilizar branco e raramente vermelho. Alterna em questão de saias e calça, varia por médium e regras de terreiro. Em geral apreciam calças. Gosta de chapéus de boa qualidade, sendo muito exigente com suas coisas, no sentido de estar tudo sempre muito limpo e organizado. 

Religiosidade: Trabalha para Oyá e Obaluaiê, raramente para Nanã.

Bebidas: Cerveja branca, preta, cervejas fortes, conhaque, Whisky, gim, etc. Copos simples, copos de whisky e tulipas.

Fumo: Cigarro de filtro vermelho, cigarro filtro branco e raramente charutos.

Fundamentos: Baralhos (verso preto), dados, cachaças, pemba branca, cruz, crucifixo, punhais, navalhas, velas brancas, velas de cera, velas brancas e pretas, pembas, chaves, etc.

Espero que vocês tenham gostado, especialmente você Fernanda.

Salve Maria Navalha da Calunga !
Salve a Malandragem !

Obs: Respeitem os direitos autorais.
Imagem meramente ilustrativa.
Esse texto, assim como os outros, estão proibidos para cópias, sejam parciais ou integrais sem prévia autorização da autora. Plágio é Crime.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

onselectstart='return false'