Direitos Autorais

Todas os textos, sejam parciais ou integrais, fotografias e imagens de todas e quaisquer criações incluídas neste blog/site estão sobre a proteção da LEI DO DIREITO AUTORAL Nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998. Portanto, é proibida qualquer reprodução ou divulgação das mesmas com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive WEB, sem prévia consulta e aprovação. Não copie! Entre em contato: priscilacartomante@hotmail.com

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Edição - Falanges de Malandros - Malandros e Malandrinhos da Estrada:

Olá amigos seguidores, dando sequência a nossa série sobre falanges de Malandros, falarei sobre a falange da Estrada.

Os Malandros e Malandrinhos da Estrada, em geral são um pouco parecidos, são próximos em vestimentas, fundamentos, entre outras coisas. Sua principal diferenciação está pautada no trejeito, roupagem fluídica e linguagem. Os Malandros normalmente são um pouco mais sérios que os Malandrinhos, ressaltando que todos variam no humor, e essa característica condiz com apenas alguns. Tem presença muito forte nos terreiros, são charmosos, galanteadores, mantendo grande carinho, respeito pelas pessoas, são simpáticos e muito receptivos. Dentro dos terreiros assumem papéis de conselheiros, algo que também é comum no âmbito astral, tem um pouco de liberdade no trabalho, pois em qualquer lugar existem ruas, as estradas estão no urbano, no rural, nas grandes cidades ou em povoados, isso também retrata como a falange é composta por espíritos antigos.

Existem muitos tipos de Malandros nessa falange, não tem como afirmar um perfil único, existem catimbozeiros, boêmios, trovadores, sambistas, homens da terra, são infinitas formas de apresentação.
Gostam muito de conversar com o povo, tem simplicidade no falar, não costumam ser diretos, por isso são escolhidos para lidar com situações de delicada exposição, emoções a flor da pele, por sua grande sensibilidade e gentileza.

Os Malandros da Estrada tem como função organizar as energias contidas em seus pontos de força, atuam no equilíbrio dos caminhos, são grandes magistas de acordo com suas afinidades e responsabilidades no astral. Podem ser condutores espirituais, conselheiros emocionais ou curadores da saúde emocional e espiritual das pessoas.

São grandes mestres em diversos sentidos, podem intuir mensagens de amor e luz, podem transmitir lições nos terreiros, orientar médiuns, devotos e assistidos ou fazer sessões de cura, buscando revitalização energética, por meio de passes, ervas e mirongas.
Dos boêmios, temos um grupo de espíritos afinizados com o samba, a cadência, cabrochas, tem muitas ligações com as artes, apreciando as manifestações populares, sua cultura e a felicidade.

Características:
Indumentária: São muito raros os Malandros dessa falange que "fogem" as cores mais comuns, vermelho e branco. As entidades dessa falange utilizam o vermelho e o branco, diversificando nas peças, os mais simples utilizam calça branca e camisa listrada branca e vermelha, outros gostam da Camisa branca, gravata vermelha, terno completo. Os chapéus seguem o mesmo padrão, normalmente sendo brancos com fita vermelha, apreciam o tipo panamá. 

Bebidas: A cerveja branca é sua preferida, alguns raros bebem cinzano, cerveja preta, coquinho, etc.

Comidas: Gostam muito de linguiça calabresa acebolada, moranga recheada com carne seca, pastéis, queijo coalho frito e sardinhas fritas.

Fumo: cigarros de Filtro vermelho, filtro branco e alguns fumam cigarro de palha.

Fundamentos: Dados vermelhos, dados brancos, dados coloridos, baralhos, jogo do bicho, números, samba de roda, samba de raiz, samba enredo, punhais (vermelho e branco, branco, dourado, prata/aço), velas brancas, velas vermelha e branca, cachaça, pólvora, ervas, rezas antigas, magias de catimbó, naipe de copas, naipe de ouros, entre outras coisas.

Espero que vocês tenham gostado !
Salve os Malandros da Estrada !
Salve a Malandragem ! 

onselectstart='return false'