Facebook

Seguidores

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Instrumentos de Magia na Malandragem

Instrumentos de Magia na Malandragem

Existem 5 instrumentos muito utilizados por Malandros e Malandras, são eles :

Baralho, Dados, Navalha, Punhal ( Ponteiro) e Chapéu Panamá.

Eu já falei sobre a maioria deles aqui no blog, por isso, esta postagem não será tão extensa.

Vou falar sobre o que sei, o que aprendi e continuo aprendendo, quando eles utilizam, esses instrumentos para trabalhos espirituais.

Alguns mais direcionados a certas situações dentro do Terreiro.




O Baralho !

Um Ás de Copas, é só um Ás de copas, na mão de um bom jogador, é considerado Trunfo em certas jogadas, porém na mão de Malandros e Malandras, ganha interpretações preciosas, ainda mais se sua pergunta for de amor.

Malandros e Malandras quando encarnados se perderam, viciados em muitas coisas, e uma delas foi o Baralho, as cartas causavam fascínio nas pessoas, e até hoje são admiradas em todo o mundo.

Dentre os Muitos Jogos, os Malandros gostavam de Ronda, e é o que as vezes vejo alguns jogando, em pleno Terreiro de Umbanda, jogo antigo, jogo proibido, jogo que dava morte, apostas de quem perdia tudo, até a vida.

Mas eles gostam mesmo, é de embaralhar, embaralhar, e depois pedem para que você retire alguns arcanos, isso é um mistério de Malandros e Malandras, muitos até presenteiam seus devotos com as cartas, completamente consagradas, nos dispondo um pouco mais de sorte.

Cada Cartomante, interpreta suas cartas a sua maneira pessoal, ou como aprendeu, no caso de Malandras e Malandros, eles interpretam de acordo com a necessidade de quem está jogando, e é nesse momento, que faz toda a diferença.

Seu Zé Pelintra adora cartas, sua Firmeza leva cartas, entre outras coisas, e as Malandrinhas também, na minha casa algumas jogam, mais todas gostam, e suas firmezas na maioria das vezes também tem baralhos.


" Lá no Morro sim, que é Lugar de Tirar Onda,
Bebendo Cachaça, fumando um Bagulho,
E Jogando Ronda. "

Dados !

Os dados são antigos instrumentos de Magia, de muitos povos, entre eles o Povo Cigano. 

Antigamente seu Jogo, também chamado de Jogo de Azar, se popularizou no Rio de Janeiro, em especial no Bairro da Lapa e seus arredores, muitos malandros ficaram viciados, e perderam noites e noites, observando as jogadas rápidas. Era jogado com dois dados, e com o auxilio de um copo, podendo até ser aquele velho copinho de bar.rs

Normalmente eram Dados brancos, e alguns ficavam viciados, não cabe a mim, ensinar ou comentar, como é feito isso, porém, não importa quantas vezes você jogue, sempre sai o número que o dono deles quer, ou a pessoa que os viciou. 

Dados Usados na Umbanda Por Malandros e Malandras :

Quando Cruzados, bem colocados, e jogados da maneira correta, podem auxiliar muitas pessoas, que estejam guiadas por Malandros e Malandras.

Sempre em Número Impar, é mais um objeto necessário nas firmezas de Malandras e Malandros.

1, 3, 5 e 7 Dados algumas vezes jogados, por entidades, no meio da consulta, também são objetos dotados de "sorte".

Suas cores são muito importantes, pois é o que determina o trabalho de determinado Malandro, ou Falange de determinada Malandra.

Existem todas as cores possíveis, mais os Malandros e Malandras tem seus preferidos.

Malandros e Malandras das  Falange do Cabaré, Lapa, Encruzilhada  e Estrada :

Dados Vermelhos, Dados Brancos, Dados bicolor nessas mesmas cores.

Malandros e Malandras do Cais, Porto :

Dados Brancos, Dados Azuis Claro, Azul Escuro ou bicolor nessas mesmas cores.

Malandros e Malandras da Falange das Almas ou seja, Calunga, Cruzeiro das Almas, e Malandros (as)do Morro:

Dados Transparentes ( Cristal), Brancos, Pretos, Cinza.

Isso não é Regra absoluta, podem existir diversos Malandros e Malandras de outras Falanges que utilizam, dados de determinada cor. Conheci Malandras de várias falanges diferentes, que trabalham com dados de 3 cores diversas.

Muitas vezes algumas entidades também desencarnaram, por causa do vícios em jogos de dados, é um jogo mais rápido, e que na época tinha apostas baixas, ou seja, quem era otário, logo ficava viciado, e podia perder a vida, na mão de alguns malandros.

Dona Navalha contou certa vez, que gostava de jogar dadinhos, para passar o tempo, porém jogava com as crianças na rua, até porque, ela mesma, foi criada meio que na rua, sem pai, nem mãe, enfrentando uma vida pobre.

Porém existiram Malandros que ficavam passando as pessoas para trás, que se arriscavam, pensando ser um jogo fácil, mais com a malandragem, é difícil ganhar ...rs





Navalha !

A navalha na malandragem , tem papel fundamental, tão fundamental, que é o nome de uma Malandra que comanda algumas falanges na linha.

A Navalha da Malandragem, ao contrário que muitos pensam, deve estar afiada sim, porém longe dos olhares de curiosos, escondida, guardada nas coisas das entidades ou bem colocada na Firmeza, do Malandro ou Malandra.

Pode ser Branca, Preta, nacional ou importada, o importante é atender as necessidades da Malandra (o), para que futuramente possa ser bem usada, nos seus trabalhos espirituais.

Sempre considerada pelo poder objetal que tem, e mais ainda por ser um poderoso cortador de demandas espirituais, ela é bem empregada em alguns terreiros.

Ela ou elas, como os dados, também são sempre em número ímpar, podendo ser até 13.

Normalmente os Malandros (as) utilizam uma, três, cinco, sete e raramente 13.

Quando pedem 13, pode ter certeza que no futuro, isso vai diminuir, pois elas serão dadas a pessoas que irão precisar em momentos específicos  e a pessoa tem que ter elas, de acordo com seu tempo de santo e também com a Autorização do seu ou sua dirigente.

Exemplos : A Médium Regina tem 2 anos de santo, 2 anos de umbanda, tem a Malandra da Estrada, que utiliza uma navalha em seus trabalhos.


A Médium Karina tem 5 anos de Umbanda, ela  tem o Malandro do Morro e ele trabalha com 3 Navalhas.

E por aí vaí, as Navalhas sempre com bem cuidadas, bem direcionadas, fazem coisas incríveis nos terreiros, e ajudam as pessoas, combatendo malefícios.

Na minha Humilde Opinião, para o Médium trabalhar com esse instrumento, tem alguns critérios, porém isso é um comentário pessoal, cada casa trabalha a sua maneira.

1º Ter no Minimo 1 ( um) Ano de Santo, com Obrigação, e com o Malandro ou Malandra já tendo sua Oferenda.

2º A Malandra ou Malandro ter dito seu nome, com sua falange e explicar a necessidade desse instrumento para seus trabalhos.

3º Trabalhar na Caridade, para que possa obter a Navalha, por mérito, ou trabalhar com a mesma.Não parando sua energia e a trazendo para o movimento Energético do Centro.


“Não mexe não, não mexe com essa nega não,
Ela é prometida compadre, vai arrumar confusão,
O Malandro dessa nega é um cara valentão,
Ele usa Navalha na cinta, tem rabo de arraia e briga na mão.”




Punhal !

O Punhal na Malandragem, tem o mesmo emprego que a Navalha, sempre usado para cortes de demanda, ele é consagrado na maioria das vezes por Seu Zé Pelintra, antigamente chamado de Ponteiro na Umbanda, ele começou sendo usado por exus e pretos velhos, para posteriormente ser adquirido por alguns Malandros e Malandras, mestres catimbozeiros, ele serve para firmar trabalhos. 

Geralmente de Aço, que é o metal mais forte, servindo para várias ocasiões específicas, pois indicam firmeza absoluta dos trabalhos, tanto para o bem, quanto para demandas.

Pode -se realizar descarregos dos filhos de santo, consulentes e devotos, quando ele é é colocado magisticamente em forma de cruz, cruzando por assim dizer, o filho de fé, ele está cortando males e afastando doenças, ou sofrimentos.

" Zé Pelintra é Bom, 
Zé Pelintra é Mau,
Quem Mexer com Zé Pelintra,
Cai na Ponta do Punhal."


"Mandei fazer

De puro aço luminoso um punhal"



Trecho da Música Boca Livre - Gilberto Gil e Caetano Veloso.


"De terno branco, seu punhal de aço puro,
O seu ponto é seguro,
Quando vem pra trabalhar.
Segura o nego, que esse nego é zé pelintra,
Na descida do morro ele vem trabalhar."



Chapéu Panamá !

Ele é o menos utilizado, nos trabalhos de magia de malandros e malandras. 

Eles podem realizar passes com seus chapéis, conceder pedidos dos devotos, e  tem muita mironga e mistério nesses companheiros inseparáveis da Malandragem !

Também raramente alguns Malandros trabalham com Pembas, Fitas, comidas ( inclusive petiscos e Frutas), bengalas, pimenteiras, roseiras * Flores * cacos de vidro e agulhas.

Poucos Malandros, até por doutrina, trabalham com esses apetrechos, mais sempre existem histórias terreiro aqui, terreiro lá.

Bom é isso, espero que tenham gostado, qualquer comentário, dúvida, critica, elogio, me mande um Email  vou adorar =D

Salve a Malandragem e suas Magias de Luz !









Arte do Seu Zé Pelintra


Esse Lindo Desenho do Seu Zé Pelintra, foi feito pelo Artista Fa Shi, que foi muito brilhante ao desenhar nosso mestre. No papel está a marca traçada de um Artista, que com certeza, tem a benção do Seu Zé Pelintra !

Salve Seu Zé Pelintra !



"Ele é malandro por ser trabalhador,
Tem um chapéu de panamá, 
Um terno branco, e um anel de doutor, 
Tem o seu nome na glória, 
Por tantas vitórias que Oxalá determinou, 
Fazer o bem, sem olhar a quem, 
Se você tá perdido ele vai lhe mostrar o caminho do bem."


Retornando os Trabalhos ! Axé !

Olá Seguidores do Blog Malandros e Malandras, eu tenho que confessar, o blog anda meio abandonado, não é . Eu não o atualizo a muito tempo. Em razão da minha vida corrida, no Barracão, meus estudos e meus trabalhos, eu não tenho feito isso, porém quero me redimir com todos vocês, fazendo algumas postagens, para compensar né ..rs

Então Mãos a Obra Pessoal !

Salve a Malandragem !

Muito Axé dos Nossos Queridos Malandros e Malandras !


sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Malandra 7 Navalhadas da Calunga


Salve a Malandra 7 Navalhadas da Calunga!

Salve a Malandragem!

onselectstart='return false'