Seguidores

Rádio da Malandragem - Blog Malandros e Malandras;

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Malandra Maria Navalha das Almas


Da Falange das Malandras Maria Navalha, é uma das mais sérias, raramente sorri, não gosta de falar muito, porém trabalha muito bem e costuma ser amiga de suas médiuns, é uma grande protetora, trabalha junto com Seu Zé Pelintra.

Gosta de desmanchar demandas, cortar feitiços, e defende muito bem aqueles que lhe são devotos, não é de pedir muitas coisas, trabalha magisticamente com seu chapéu de panamá, na maioria das vezes na cor branca, mais também pode usar preto.

Usa 7 Navalhas de Trabalho, espiritualmente elas estão distribuídas  com 3 na perna esquerda, 3 na perda direita e uma presa no meio de seus seios.
Nem sempre pede as 7 para suas médiuns, podendo pedir apenas uma ou três, varia de terreiro para terreiro.

Não trabalha para amor, nem gosta muito de trabalhos desse tipo, trabalha bem tirando as pessoas de vícios, gosta de trabalhos relacionados a saúde e também emprego.(Pode até existir alguma que Trabalhe na coroa de algum médium, voltada para amor, mais nunca ouvi falar)

Não gosta de ser comparada a Malandras que tiveram vida fácil quando encarnadas, pois uma das únicas coisas que preservou em sua vida terrena, fora sua dignidade, nunca precisou vender seu corpo, porém trabalhou duro antes de morrer.

Não é de muitos amigos, são poucas as pessoas que ela gosta.

Sua vestimenta inclui sempre calça, ela pode até usar saia, mais só se for obrigada, coisa que não é muito fácil, bebe cerveja, fuma cigarro de filtro vermelho, come muitas coisas, mais gosta de ovo de codorna e batata calabresa.Usa na maioria das vezes um crucifixo ou algo relacionado a cruz, pois esse é um dos símbolos da sua falange ( As Almas ).Como Algumas Malandras da Calunga e do Cruzeiro das Almas também usam.( Não são todas)

É quieta, na dela, porém se vacilar, ela mostra o quanto a pessoa tem que ter humildade e reconhecer o erro.

Por isso aproxima principalmente dos humildes e dos sinceros, gosta de simplicidade e sinceridade, nunca tente engana-la, pode fazer um grande estrago, é preferível te-la como amiga.


Salve Malandra Maria Navalha das Almas!

Salve a Malandragem!

Malandra 7 Facadas


Mulher de poucos amigos, poucos médiuns, raramente manifesta-se em Terreiros.Sempre muito verdadeira, não tem papas na língua, fala mesmo, desencarnou aos 21 anos, morreu com 7 facadas, na mão de um homem que confiava, foi traída, mais atraiu a desgraça pra si mesma, sabia que não ia dar certo. 

Viveu numa época em que a mulher, era muito submissa, não suportava a sociedade machista, e naquele tempo, mulher direita, tinha que seguir as regras que a Sociedade empunha. 

Namorou muito, só homens que não prestavam, que lhe trouxeram grandes sofrimentos, namorava escondido  de sua família. Era ao contrário da maioria de Malandros e Malandras, de uma família nobre, com posses e terras.

Porém se apaixonou por um menino do Morro de Santa Tereza, um gaiato, um João ninguém, um Malandro, foi contra todas as regras, sempre guiada pelo seu espirito de que podia fazer o que quisesse, saia a noite escondido, e ia para a gandaia, com este, até que ficou grávida, quando descoberto, foi brutalmente espancada por seu pai e expulsa de casa, acabou perdendo a criança, não tinha pra onde ir, se instalou em covis, lugares sujos, pensões antigas.

Trabalhou em casas de família, foi empregada durante um tempo, prometeu nunca mais se apaixonar, porém muitos se aproximavam dela.Começou a ser assediada pelo patrão, e a esposa desconfiando, mandou lhe matar, e ela contratou logo quem ? 

O malandro com quem tivera um caso no passado, morreu nas mãos do único homem que amou. 

Quando baixa no terreiro, até pode dançar, mais não gosta de farra, não é de brincadeira, vem, faz seu trabalho, só pra poder evoluir.

Salve Dona Malandra 7 Facadas.

Salve a Malandragem!

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Zé Pelintra da Encruzilhada!


Salve Malandro Zé Pelintra da Encruzilhada!

Salve a Malandragem!

Malandrinha do Cabaré


"Maria segura o leme

Não deixa a barca virar

Minha mãe se chama Maria

O meu pai é o seu José

E a lua é minha amiga

Minha fama é cabaré!"

 Salve Dona Malandrinha do Cabaré !


quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Malandro das 7 Encruzilhadas


( Esta Imagem foi Pintada pelo Artista Julio, que faz imagens lindíssimas, a disposição na internet)

Olá queridos seguidores do Blog Malandros e Malandras, eu realmente não postei mais nada, tem muito tempo hein, peço desculpas mais uma vez, a vida é corrida e todos têm obrigações a cumprir né, porém recebi um email que me deixou muito feliz, que foi de um de nossos seguidores fiéis, chamado Jamison, eu primeiramente quero agradecer aos elogios ao nosso querido blog, fazemos ele com esse intuito mesmo, de agradar as pessoas e responder algumas perguntas, que eu com humildade respondo.

O Jamison, me pediu por email pessoal, uma postagem e pesquisa sobre um Malandro Muito Difícil chamado Malandro das 7 Encruzilhadas, eu já tinha ouvido falar sobre esse Malandro, porém existe muita coisa sobre ele escrita, em qualquer lugar sério, não existem referências nem em Jornais de Umbanda, de Candomblé, nem revistas, livros, sites ou blogs, poucas pessoas conhecem ele, e poucos terreiros o tem, porém eu com muito cuidado e respeito, vou tentar mostrar um pouco mais sobre ele.

Malandro das 7 Encruzilhadas.

Texto escrito por intuição, qualquer dúvida, é só comentar ou me mandar email.

Malandro Antigo, ele é realmente das antigas, é um malandro que tem muito respeito com as pessoas, e tem muito cuidado ao falar qualquer coisa, pois sabe que a palavra vale ouro, ele trata as pessoas como antigamente, com uma educação exemplar, sua vida não foi nada fácil, como a maioria dos malandros, tem origem muito humilde, muito mesmo, porém quando chega a terreiros, tem postura e trato fino, apesar de ser assim, ele é mais na dele, ele é discreto, e gosta de fazer as coisas com muito discrição, como no seu tempo, ele enganava as pessoas sem elas perceberem, é uma arte antiga e para poucos. Não gosta de enganos, já enganou muito, e fora duas vezes enganado, uma por uma mulher, logicamente em terra de malandro sempre vai ter uma, e outra por um inimigo, uma pessoa que ele custou e custa perdoar. As vezes parece ser amargurado, pelas poucas coisas que fala, mais sempre fala a verdade, doa a quem doer, não gosta de falar alto, sabe chegar e sair de um lugar, conquista as pessoas pela simplicidade, as vezes seus médiuns ficam com aquele pensamento longe, meio que não sei pra onde vou, ele ajuda nisso, gosta de caminhos, de dar caminhos, juntamente com o Exu Guardião do Médium, vive na rua, despreza o dia, ama a noite, gostava de Bares de esquinas, fuma cigarros fortes, e bebe vários tipos de bebidas, dentre eles suas favoritas são a cerveja e a pinga.

“Sambou, Sambou,  Malandro, sambou, No meio da Encruzilhada, Malandro sambou...” ·.

Isso é tudo o que eu pude sentir sobre ele.

Eu espero que ninguém se ofenda com o que escrevi.

Esse texto foi com intuito de Homenagem o Malandro das 7 Encruzilhadas.

Pra mim tudo é realmente verdade, mais vamos lembrar cada malandro uma cabeça, cada médium, uma entidade, eu só senti isso, eu costumo falar que não ouço entidades, mais parecia que ele estava comigo, porque tive cuidado com palavras e escrevi como tinha que ser, simples, de fácil entendimento, mais sem contar detalhes, senti que ele não gosta de falar de como viveu, espero que possam me entender, principalmente você Jamison.

E fique tranquilo, ele está sempre com você!

Salve o Malandro das 7 Encruzilhadas !

Salve a Malandragem!



onselectstart='return false'